Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2014

Ê tempo...

"Eu te amo, eu te amo muito!"
Pronto! Podia parar o tempo naquele segundo.  Naqueles olhos que me olhavam e aqueciam o meu coração. Naquela voz meio trêmula, vestida de decisões e inseguranças ao mesmo tempo, mas com uma força e um amor que a anos eu não sentia vir de você. O tempo podia parar no meu coração acelerado, como quem curte David Gueta na pista de dança. Podia parar nos meus olhos cheios de lágrimas ao te ouvir declarar com tanta clareza o teu amor. E ai o tempo podia saltar pro momento em que, com a mesma força você me disse:  - "Eu te quero minha pra sempre. Você é a minha morena, a minha mulher, a minha nega. Não tem jeito, você é minha.". E saltar um pouco mais pra parte em que você dizia querer viver a nossa história, pagar pra ver no que ia dar.  E por fim... Parar no momento em que eu me aconcheguei em teu peito e senti os teus braços se entrelaçando em mim e me permitindo por alguns minutos, estar no melhor lugar do mundo. Onde a alegria se ache…

Quebra-Cabeça

Com nunca antes senti, hoje o meu coração se viu confuso de tal maneira, que me obrigou a voltar a ser aquela mulher preparada a fazer o necessário.


De um lado a curiosidade conspirando com a minha criatividade, à tentar decifrar o que as tuas frases soltas poderiam significar:
- Preciso falar sério contigo, amor.
  É bom e ao mesmo tempo Ruim.
  É sobre nós amor.
  Tomei uma decisão
  E vou por tudo em pratos limpos
  Independente do que eu vou te dizer... EU TE QUERO PRA SEMPRE MORENA!
Peças sobre a mesa e eu me vi diante do quebra-cabeça mais difícil da minha vida. O que será que juntas, essas peças significariam em resposta?


Do outro lado um coração cheio de medo. Um medo que se abraçava a esperança e a uma força que ia crescendo e tentando me preparar para o pior.


Finalmente olhos nos olhos e, mesmo diante da costumeira pirraça, os teus lábios iam tentando montar o quebra-cabeça. Que hora parecia ir se encaixando e ficando perfeito e... Em seguida causava a triste sensação de pe…

Meu primeiro, e último amor.

Era fim de tarde, o mar brincava de formar ondas manchando a imensidão azul de branco enquanto o sol ia se despedindo. O vento soprava os meus cabelos entrelaçando-os de maneira desajeitada. Os pés descalços na areia já fria, enquanto devagar as luzes no céu iam se acendendo e a lua cheia iluminava o teu rosto desenhado em minha mente e refletido nas águas do mar...
A saudade de você era inevitável, as lembranças de nós dois vinham a mente sem que eu tivesse controle, e devagar eu já não estava mais ali.
Eu estava sentada entre almofadas, num luau, rodeada de amigos e de repente eu escutava uma voz chamar teu nome. Quando te olhei logo senti que de alguma maneira o meu destino estava ligado ao teu, e te quis, naquele primeiro momento eu te quis meu e profetizei isso em palavras e pensamentos.
Meses se passaram nas lembranças e os nossos olhares se cruzavam novamente, numa casa, só nós dois e a nossa vontade um do outro. A boca seca e o primeiro beijo - tão bom -. Primeiro de tantos, …

Ta doendo... Mas vai passar!

É engraçado como me permito ser magoada. Chega a ser patético me olhar no espelho e me dar conta do quanto tenho cuidado mal de mim.
Essa minha mania de ser compreensiva, paciente, boba, só tem me ajudado a aumentar a minha coleção de mágoas e lenços molhados de lágrimas. E não me refiro apenas a você, que tem sido o maior responsável por elas, me refiro ao que me cerca, ao que me beija o rosto e como Judas, me trai.

...

Ta doendo, ardendo em fogo aqui dentro. É como a carne viva, exposta, propícia a ser tocada e voltar a doer e sangrar novamente. Ta doendo e eu não sei o que fazer. Me sinto perdida entre sentimentos e vontades. Vejo a minha vida como as letras do teclado, embaçadas em meio as lágrimas que não sabem se caem ou são engolidas pelo meu orgulho.
Eu já não sei qual das mulheres preciso ser ou voltar a ser pra que eu te convença a se entregar ou me deixar ir. Eu já nem sei mais se quero te convencer de nada. Eu só preciso desesperadamente que de alguma maneira o alivio cai…

Um olhar que grita amor

Hoje eu estava conversando com um amigo, não tão próximo e com quem não costumo conversar muito. Entre um assunto e outro ele questionou se tinha permissão para me perguntar algo. Pela maneira como ele me pediu, tive receio de dizer que sim, mas arrisquei e o permiti. Ele então, com um leve sorriso nos lábios e os olhos fixados nos meus perguntou:

- Sabe fulano?
- Sei... o que tem ele?
- Você o ama né?

Tentando ser o mais discreta possível, retruquei:

- Oushii, de onde você tirou isso?? Somos amigos

E ele mais uma vez sorrindo, respondeu:

- Dos teus olhos, teu olhar grita que ama aquele cara. Os olhares entre vocês, da energia que rola quando vocês estão perto um do outro. Vocês fariam um belo casal, porque não tentam? Os olhos dele também demonstram algo forte por você.

Naquele momento, em fração de segundos até tentar achar uma resposta qualquer, a minha cabeça deu um nó e eu pensei: Amoo, amoo muitoo. Tudo que eu mais queria na vida era que de fato virássemos um casal e eu nem sei de f…

E que nada seja por acaso...

"Eles se amam. Todo mundo sabe mas ninguém acredita. Não conseguem ficar juntos. Simples. Complexo. Quase impossível. Ele continua vivendo sua vidinha idealizada e ela continua idealizando sua vidinha. Alguns dizem que isso jamais daria certo. Outros dizem que foram feitos um para o outro. Eles preferem não dizer nada. Preferem meias palavras e milhares de coisas não ditas. Ela quer atitudes, ele quer ela. Todas as noites ela pensa nele, e todas as manhãs ele pensa nela. E assim vão vivendo até quando a vontade de estar com o outro for maior do que os outros. Enquanto o mundo vive lá fora, dentro de cada um tem um pedaço do outro. E mesmo sorrindo por ai, cada um sabe a falta que o outro faz. Nunca mais se viram, nunca mais se tocaram e nunca mais serão os mesmos. É fácil porque os dias passam rápidos demais, é difícil porque o sentimento fica, vai ficando e permanece dentro deles. E todos os dias eles se perguntam o que fazer. E imaginam os abraços, as noites com dores nas costa…

Coragem Menina

Tem horas que a cabeça resolve tirar o dia pra provocar o coração. Lembranças e questionamentos que não adiantam, ele não sabe como responder, apenas sente, mesmo sem querer sentir. E me impulsiona a levar todos os seus desejos mais descabidos a frente e realizá-los. E eu faço... e gosto de fazer, mesmo depois doendo em mim, e no próprio coração.
To cansada, olho pra todos os lados e tudo o que preciso é de um jeito que me faça entender que não adianta insistir no que ta óbvio que não vai mudar. Existem certas coisas que não se pode fazer sozinho, e um relacionamento acontecer é uma delas. E ai, paro e penso se a cabeça não ta certa nos questionamentos dela. Se não ta na hora de me aliar a ela e tentar fazer o coração entender que não da mais.
As vezes eu tento me fazer de forte, segura, equilibrada, paciente, com as rédias da situação nas mãos. Mas por dentro não passo de uma menina cheia de medos e fantasmas que me amedrontam quando estou aqui, trancada no meu mundo. E eu fico repet…