Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

Eu e o mar...

Em mais uma tentativa de fuga, me retirei do círculo que cerca o nosso mundo e de malas prontas segui viagem.
Inútil...
Não adiantou tentar fugir, onde eu ia você ia comigo. Eu forçava a mente a se distrair com o que me era oferecido e não adiantava, tudo me lembrava você, nós dois.
Enquanto a multidão se divertia entre bebida, resenhas, gargalhadas...Aquela sensação de solidão em meio a um monte de gente me tomou. Era a saudade apertando o peito, a falta que a tua falta me fazia.
Corri pro mar, sentei-me de frente pra ele e, ao contemplar o sol que, naquele momento se punha, me entreguei as minhas lembranças, aos meus fantasmas, as minhas inseguranças, ao medo, a solidão.
Olhando o mar eu me questionava em vão, eram perguntas que eu não sabia as respostas, ou, lá no fundo, preferia não saber. As lágrimas iam caindo devagar, sem que eu conseguisse ou pudesse contê-las. O peito ia apertando ainda mais, a cabeça e o coração haviam entrado em atrito novamente e a confusão estava formada.…

Selinho! =*

Esse selinho eu ganhei da super fofa, Laii Reis, dona do blogger:
http://laianarreis.blogspot.com/ (Que seja doce. Repito todas as manhãs...)
Nome: Dila Mota
Uma Música: Amo música, difícil escolher uma só. Humor: Depende muito... O meu muda com uma frequência INCRÍVEL! Uma cor: Posso escolher, moreno? rsrs Uma estação: Solteira, verão - Acompanhada, qualquer uma serve! Como prefere viajar: Acompanhada, seja de amigos ou namorado Um seriado: CSI Miami, Arquivo Morto, Desaparecidos, Dr. House Frase ou palavra mais dita por você: Pohha... depende da hora do dia e da companhia! rs O que achou do selo: Ameeei, me senti por ter ganhado um! =D
Bloggers que SUPER indico e que merecem mto o selinho:
De caso com as palavras-http://nanda-gregorio.blogspot.com/ Sintonize-http://carymota.blogspot.com/ Que seja doce. Repito todas as manhãs...-http://laianarreis.blogspot.com/ Caras como Eu-http://www.carascomoeu.com.br/
Confere aíí!!

O melhor de mim

Hoje me deu vontade de falar do amor...
Mas não de um amor qualquer, que foi banalizado, que substitue o bom dia. Não o amor que você tem dúvidas se sente, ganha uma certeza duvidosa e após alguns meses e anos se dá conta de que nunca foi amor, era apenas uma paixão, um apego, obcessão. Quero falar de um amor que muitos jamais sentirão, talvez por não poderem mesmo, talvez por escolha ou talvez por incapacidade.  Quero falar de um amor que não cabe no peito, que ultrapassa todos os limites, que não cabe em mim. Um amor que pela primeira vez me põe em segundo plano sem que o ego solicite o tão recomendado amor próprio. Vai ver, porque esse amor é tão próprio quanto amar a mim mesma. Um amor que é ciumento, é egoísta, cuidadoso ao extremo, exagerado, invasivo, sem noção do ridículo, é bobo e ainda assim não é recriminado, é compreensivel. Um amor que me faz querer o melhor, dar o meu melhor, ser melhor. Que me amadurece, me engrandece, me diferencia.  Amor que me tomou sem que eu quisesse, esp…