Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

Adeus e Boa Sorte

Diante de tantas brigas e desencontros, só me resta uma certeza: As minhas certezas já não existem mais...
Aquele cara doce que me cobria de juras de amor não habita mais em você. A rosa que toda manhã estava no seu lugar na cama para que, quando eu acordasse ainda sentisse você perto está murchando. Os bilhetinhos me desejando dias lindos e já tão cheios de saudade, antes mesmo de você ir, parecem tão antigos que consigo perceber as letras se apagando, a folha amarelando. Parecem desejos tão antigos quanto a nossa crença em: 'Juntos e felizes para sempre.'

Porque chegamos a esse ponto? Porque deixamos aquela leveza que nos acompanhava se transformar em cobranças e brigas desnecessárias? Não é isso que quero pra nós... Nem sei mais se quero nós.

Agora, enquanto escrevo, me pego em flashs de como era ímpar a nossa relação, do quão fácil era para nós sermos felizes, compreendíamos as necessidades um do outro apenas no olhar e sem nenhum sacrifício, nos empenhávamos para suprí-la…