Pular para o conteúdo principal


Tava aqui pensando no nosso último encontro...
Depois de ser tua daquele jeito tão nosso de sermos um do outro, ouvi de você coisas que por anos te pedi pra falar e você sempre evitou.
Pra ser sincera, naquele momento eu tava tão feliz por estar contigo (somente pelo fato de estar, porque isso me causava uma felicidade que você nunca entenderia), e ao mesmo tempo com tanto medo por saber que aquela poderia ser a última vez que estaríamos juntos, por saber que aquele momento era uma possível despedida, que não processei com calma as coisas que você falou, apenas as guardei em minhas lembranças.
Fazem muitos dias, e enquanto eu buscava uma forma menos dolorosa de ir minando o meu sentimento por você. Hoje a saudade bateu forte e resolvi que era hora de fazer uma retrospectiva de tudo, desde o dia em que te vi pela primeira vez, até o nosso último encontro... Era hora de entender certas coisas e aceitá-las de uma vez por todas.
Enquanto eu refletia e relembrava nós dois, fechei os olhos e a tua imagem e a tua voz me falando o quanto eu era importante eram tão reais, que cheguei a te sentir aqui, era como se o vento usasse o teu perfume. As vezes lamento por não ter escutado tudo aquilo antes, as vezes lamento por não ter dito tudo que tantas vezes guardei pra mim, coisas que provavelmente irão morrer guardadas comigo. As vezes lamento por ter dito tantas outras, ou não ter seguido a minha intuição e ter agido de forma leviana diante da nossa realidade. Lamento por ter que lamentar diante de uma história que tinha tudo pra ser ainda mais incrível, ainda mais marcante, ainda mais bonita.
O que eu sinto ainda esta aqui, as lembranças ainda me fazem suspirar, o coração ainda aperta vez ou outra por causa da saudade e eu não tenho como prever até quando vai ser assim. Mas hoje, depois de refletir sobre nós, acredito que consegui entender que não era pra ser, e agora é hora de dar chance à aquela oportunidade que anda batendo a porta. É hora de caminha sem olhar pra trás e permitir que todo esse amor que habita no peito, seja usado por quem possa recebê-lo. É hora de começar uma outra história, com novos personagens e quem sabe um final diferente do nosso.
Anda menina, fecha essa caixinha de lembranças, põe ela no fundo do armário e tranca ele. Veste o teu sorriso mais lindo, espana a poeira, abre as janelas do teu coração e deixa o sol entrar. Liga o rádio naquela música que te alegra e permita que as novas oportunidades te tirem pra dançar, uma delas vai acertar o passo e nessa hora, mesmo que os pés estejam doendo pelas danças que não deram certo, tira os sapatos e dança descalça, só não para de dançar... É hora de voltar a viver.







Dila Mota

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ta doendo... Mas vai passar!

É engraçado como me permito ser magoada. Chega a ser patético me olhar no espelho e me dar conta do quanto tenho cuidado mal de mim.
Essa minha mania de ser compreensiva, paciente, boba, só tem me ajudado a aumentar a minha coleção de mágoas e lenços molhados de lágrimas. E não me refiro apenas a você, que tem sido o maior responsável por elas, me refiro ao que me cerca, ao que me beija o rosto e como Judas, me trai.

...

Ta doendo, ardendo em fogo aqui dentro. É como a carne viva, exposta, propícia a ser tocada e voltar a doer e sangrar novamente. Ta doendo e eu não sei o que fazer. Me sinto perdida entre sentimentos e vontades. Vejo a minha vida como as letras do teclado, embaçadas em meio as lágrimas que não sabem se caem ou são engolidas pelo meu orgulho.
Eu já não sei qual das mulheres preciso ser ou voltar a ser pra que eu te convença a se entregar ou me deixar ir. Eu já nem sei mais se quero te convencer de nada. Eu só preciso desesperadamente que de alguma maneira o alivio cai…

Acorda Menina!!

Acorda menina...

Levanta desse leito que você transformou sua vida, abre as janelas dessa escuridão e se permita a luz. Abre os teus olhos pra vida, ela tem te dado sinais claros de que ai dentro desse mundinho teu, as coisas que te aguardam lá fora não vão acontecer. Você merece mais que frestas de luz, você merece mais que o aquecimento desse cobertor que você utiliza pra encobrir tuas fraquezas, você merece mais que as tentativas de abrir os olhos querendo acordar e por preguiça de lutar por aquilo que merece, voltar a dormir.
A tua covardia em acreditar que no teu mundo de sonhos TUDO pode acontecer e que estas coisas acontecem do jeito que você quiser é pura ilusão. Sonhar é delicioso, mas a realidade dos fatos pode ser ainda mais interessante. Sonhar é magico, mas a magia real é transformar nossos sonhos em verdades pro mundo, não apenas pra nós.

Acorda menina!

Sabe aquele lugar lindo, com raios de sol, com flores, com o som dos pássaros, com a companhia perfeita e uma felicidade…

May... Amiga, irmã, cumplice, companheira, especial!

Tem irmãos que a vida nos dá, tem irmão que a gente escolhe. Eu escolhi você! Na nossa amizade, tudo é tão diferente. Até os momentos mais tensos acabam numa resenha sem tamanho.  É incrível como nos damos bem, como nos entendemos somente em nos olhar.  Com você conheci uma amizade diferente de tudo que já tinha vivido, é uma amizade livre, que não cobra, que não julga, que não questiona... apenas existe, se faz sentir e me faz bem. Adoro as nossas reuniões pra falar das novidades, dos nossos casos e acasos, dos conselhos, do riso sem motivo, do carinho tão sincero, da preocupação, as armações pras nossas loucuras mais secretas, das gargalhadas, das nossas viagens cheias de histórias pra contar (viagens que por sinal, andam fazendo falta). Adoroo tudo em você! Brigada por existir e mais ainda, por fazer parte da minha vida. Que a nossa amizade seja eterna enquanto dure, e que dure para sempre.
Ta ai a mensagem que você me mandou e que eu prometi postar aqui em sua homenagem... não sei porque…