Pular para o conteúdo principal

Insegurança



Hoje acordei pensativa, buscando respostas para inúmeras dúvidas. Tão insegura e com medo... (Está bem, como se isso não acontecesse sempre!)

Sabe quando você imagina que algo, que no fundo você até deseja, mas sabe que por algum motivo nunca vai acontecer, acontece?! Pior, acontece de uma maneira que te faz perder o controle momentâneo da situação e então... Você se vê perdida.

Vocês não devem estar entendendo nada não é? Desculpem, mas no fundo, nem eu estou.

Vamos voltar um pouco à fita e ver se fica menos difícil...

Eu e ele nos falávamos sempre, conversas só nossas, onde ele sempre mais do que eu, deixava claro o desejo de um dia me ter em seus braços. Eu acreditava que isso jamais aconteceria, motivos de força maior impediam que eu cedesse aos seus encantos, mas mesmo assim, eu adorava atiçá-lo, provocá-lo... Ter a sensação de que do outro lado da tela ele estava doido, me desejando loucamente, eu me divertia com esse joguinho.

Só não esperava que um dia a nossa conversa virtual acontecesse olho no olho, e então... Eu não resisti. Entreguei-me aos beijos e abraços dele, deixei-me vulnerável aos meus desejos e não hesitei por um segundo em negar a mim mesma, o que eu queria.

Nesse momento, enquanto escrevo, a minha garganta está seca, o peito acelerado e uma sensação intitulada vão tomando conta do meu corpo, isso tudo só por lembrar da boca macia dele chupando os meus lábios num ritmo misto, fazendo o restante do corpo sentir-se beijado também. O corpo quente dele esquentava o meu e os seus braços grandes envolviam meu corpo já entregue de um jeito que não sei explicar, não dá para explicar... Apenas sentir.

Ainda sinto o cheiro do suor dele, grudando no meu corpo quase que despido. O sorriso mais belo de todos me olhando com um brilho lindo e me chamando de “Minha Morena.”

E de tudo isso, o melhor, foi sentir o que eu senti, sem chegar ao final do que o momento pedia. Não consumamos os nossos desejos, apenas sentimos o prazer que eles ainda podem nos causar.

Deve estar se perguntando: “O que tem de ruim nisso tudo?”

Essa cena repetiu-se por mais algumas vezes e com uma intensidade maior a cada novo encontro, ele tomou conta dos meus pensamentos, beijou os meus olhos e pediu-me que beijassem os seus. Deixou claro em palavras a intenção de me apaixonar e no nosso último encontro ele cantou uma canção que estava compondo para mim. “Começa um novo dia, o sol nasceu. Eu sei, vai ser difícil te esquecer. Você marcou minha vida menina, me fez entender que a vida não tem sentido sem ter você...” (Ele joga baixo, menino mal.)

Eu tenho pensado nele todos os dias e o dia inteiro, mesmo tendo acordado com o próprio que ele só teria direito a um turno dos meus pensamentos. Todas as músicas que ouço de repente me dão a sensação de combinar com ele, com o que estamos vivendo. A vontade que sinto dele cresce a cada amanhecer, sinto uma saudade tão grande que o peito às vezes parece não suportar. O coração acelera cada vez que a janelinha do Messenger sobe com o nome dele, cada vez que o celular toca ou da sinal de mensagem e eu torço para que seja ele. Sonho com ele, sonho realizar os meus sonhos e fantasias mais proibidas com ele. Fico deitada na cama até tarde, relembrando cada momento que passamos juntos, as coisas que nos dissemos, cada olhar em silêncio, mas que dizia muito. Cada carinho trocado, abraço apertado, beijo demorado. O cheiro bom nele que fica grudado na minha pele após cada encontro.

Meu Deus... Eu não posso me apaixonar. Eu não posso!! E este é o meu medo.

Não preciso de uma placa para alertar que estou a um passo do “abismo” e, qualquer movimento mais brusco, eu posso cair de uma vez por todas.

Eu o quero, mas não posso querer tanto. Não posso deixar-me envolver mais. O correto seria eu me afastar, fugir, mas a minha vontade é enorme. O que faço?

Essa é uma pergunta que não tenho como responder agora, só o tempo vai poder me responder, e até essa resposta chegar, vou arriscar e pagar para ver. Quando eu souber a resposta, não tenham dúvidas de que vocês também saberão.

Beijooos a todas(os) e torçam por mim!



Dila Mota

Comentários

  1. Bom poder construir um lugar onde a gente desaperta o peito, né? Aqui a gente consegue coisas que a realidade jamais daria - ou dará - conta.
    Espero que tome gosto, mãnzinha.. =D
    TE AMO!!

    ResponderExcluir
  2. Adivinha quem é a minha incentivadora??? Vc é uma gênia com as palavras, sinto ainda mais orgulho qndo leio algo que vc escreve. Parabéns!!
    Te amo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ta doendo... Mas vai passar!

É engraçado como me permito ser magoada. Chega a ser patético me olhar no espelho e me dar conta do quanto tenho cuidado mal de mim.
Essa minha mania de ser compreensiva, paciente, boba, só tem me ajudado a aumentar a minha coleção de mágoas e lenços molhados de lágrimas. E não me refiro apenas a você, que tem sido o maior responsável por elas, me refiro ao que me cerca, ao que me beija o rosto e como Judas, me trai.

...

Ta doendo, ardendo em fogo aqui dentro. É como a carne viva, exposta, propícia a ser tocada e voltar a doer e sangrar novamente. Ta doendo e eu não sei o que fazer. Me sinto perdida entre sentimentos e vontades. Vejo a minha vida como as letras do teclado, embaçadas em meio as lágrimas que não sabem se caem ou são engolidas pelo meu orgulho.
Eu já não sei qual das mulheres preciso ser ou voltar a ser pra que eu te convença a se entregar ou me deixar ir. Eu já nem sei mais se quero te convencer de nada. Eu só preciso desesperadamente que de alguma maneira o alivio cai…

May... Amiga, irmã, cumplice, companheira, especial!

Tem irmãos que a vida nos dá, tem irmão que a gente escolhe. Eu escolhi você! Na nossa amizade, tudo é tão diferente. Até os momentos mais tensos acabam numa resenha sem tamanho.  É incrível como nos damos bem, como nos entendemos somente em nos olhar.  Com você conheci uma amizade diferente de tudo que já tinha vivido, é uma amizade livre, que não cobra, que não julga, que não questiona... apenas existe, se faz sentir e me faz bem. Adoro as nossas reuniões pra falar das novidades, dos nossos casos e acasos, dos conselhos, do riso sem motivo, do carinho tão sincero, da preocupação, as armações pras nossas loucuras mais secretas, das gargalhadas, das nossas viagens cheias de histórias pra contar (viagens que por sinal, andam fazendo falta). Adoroo tudo em você! Brigada por existir e mais ainda, por fazer parte da minha vida. Que a nossa amizade seja eterna enquanto dure, e que dure para sempre.
Ta ai a mensagem que você me mandou e que eu prometi postar aqui em sua homenagem... não sei porque…

Acorda Menina!!

Acorda menina...

Levanta desse leito que você transformou sua vida, abre as janelas dessa escuridão e se permita a luz. Abre os teus olhos pra vida, ela tem te dado sinais claros de que ai dentro desse mundinho teu, as coisas que te aguardam lá fora não vão acontecer. Você merece mais que frestas de luz, você merece mais que o aquecimento desse cobertor que você utiliza pra encobrir tuas fraquezas, você merece mais que as tentativas de abrir os olhos querendo acordar e por preguiça de lutar por aquilo que merece, voltar a dormir.
A tua covardia em acreditar que no teu mundo de sonhos TUDO pode acontecer e que estas coisas acontecem do jeito que você quiser é pura ilusão. Sonhar é delicioso, mas a realidade dos fatos pode ser ainda mais interessante. Sonhar é magico, mas a magia real é transformar nossos sonhos em verdades pro mundo, não apenas pra nós.

Acorda menina!

Sabe aquele lugar lindo, com raios de sol, com flores, com o som dos pássaros, com a companhia perfeita e uma felicidade…